Gostaria de aprender alemão e não sabe por onde começar? Assista à entrevista com a professora Valquíria Barca e entenda melhor como estudar este belo idioma.

O alemão é falado principalmente na Alemanha, Áustria, Liechtenstein, na maior parte da Suíça (ver suíço-alemão), em Luxemburgo, na região italiana do Tirol Meridional, no voivodato polaco de Opole (Oppeln), em algumas comunas dos cantões orientais da Bélgica, em partes da Roménia, nas regiões francesas da Alsácia (Elsass) e Lorena (Lothringen), bem como numa pequena área no sul da Dinamarca.

Um bate-papo com Valquíria Barca, com muitas dicas importantes sobre a aprendizagem da língua alemã.

Gostou das dicas? Que tal começar já praticando? No aplicativo Poliglota Digital você encontra os melhores conteúdos, e-books gratuitos e uma sala de conversação online em vários idiomas, do iniciante ao avançado. E tudo isso gratuitamente!

  1. […] Outros idiomas, como o inglês e o japonês vem de outras origens, mas todas possuem algumas palavras em comum ou semelhantes, cujo ponto de partida para comparação ajuda para decorar novos vocabulários ou compreender a formação da frase. […]

  2. […] Aprender dezenas de línguas diferentes não é o mesmo que falar todas elas fluentemente. Uma pesquisa feita com 172 hiper poliglotas constatou que o cérebro consegue manter, em média, entre 5 a 9 línguas ativas na área da memória. As outras informações ficam guardadas em outras áreas, como se fossem arquivos de computador. Isso não significa que o que foi aprendido não está lá, mas que não pode ser acionado de forma imediata. Uma neurocientista da Universidade de York, Ellen Bialystock, afirma que quem fala mais línguas apresenta maior capacidade de concentração e se distancia do Mal de Alzheimer. Através de uma pesquisa que realizou com 211 pacientes, concluiu que os bilíngues podem adiar a doença em até 5 anos. […]

Comentários estão fechados.